Requisitos para a coleta automatizada de dados híbridos aplicada aos transportes públicos

  • Baroni 

Version Final
Download 827
Total Views 943
Stock
File Size 1.67 MB
File Type pdf
Create Date 17 de março de 2019
Last Updated 14 de abril de 2019
Dissertação

Resumo da Dissertação

Através da última década métodos diferenciados de Planejamento da Operação dos Transportes Públicos Urbanos foram apresentados com o intuito de atender a intricada relação entre a demanda de transporte moderna e a oferta de transportes públicos.

Embora sua eficácia seja repetidamente provada, esses métodos trazem consigo o inconveniente de demandar de um grande volume de dados, inclusive de alguns dados em tempo real.

Essa demanda por dados acaba levando os operadores e planejadores dos transportes públicos a adotarem métodos automatizados de coleta de dados.

Até o presente momento, na seara dos sistemas de transportes inteligentes, os métodos existentes propõem-se a coletar dados de diferentes vertentes: coletores automatizados de dados capturam dados de telemetria dos veículos, tarifadores automáticos coletam dados sobre o ingresso de passageiros nos sistemas e localizadores automatizados de veículos coletam dados sobre o deslocamento dos veículos.

Sempre que são necessárias coletas que intersecionem dois ou mais métodos, o formato de coleta é realizado ad hoc gerando um volume de dados com compatibilidade reduzida entre si.

Dessa maneira o objetivo deste trabalho é apresentar os requisitos para que a coleta automatizada seja considerada híbrida, ou seja, que tangencie todas as formas de coleta de dados solidificadas na literatura.