O que eu faço?

É absolutamente mais fácil determinar “o que eu faço” do que “quem eu sou”.

Primeiramente, vamos olhar para formação e profissão:

Engenheiro civil por formação, programador desde 1999 (Delphi, C, C++, C#, Java, Python – aprendendo Julia), pós-graduado em engenharia ferroviária e mestre em transportes.

Graduando em engenharia computação, pós-graduando em ciência de dados e big data e em métodos estatísticos.

Assessor técnico da empresa de planejamento e logística (EPL), atuando na modelagem e simulação do Plano Nacional de Logística (PNL) e seus desdobramentos.

Professor do IESB – Campus Oeste, atuando nas matérias de estradas (projeto geométrico e pavimentação), ferrovias, aeroportos, saneamento e fundações.

Mas, como nem tudo na vida cabe no Lattes, vamos tratar um pouco sobre o que me move, de verdade:

Eu trabalho com análise e modelagem de dados. Minha principal preocupação, a priori, é transformar bandos de dados em dados de valor para a modelagem e simulação de transportes.

Embora trabalhe com uma das equipes mais qualificadas que já tive contato, a tarefa de tratar esses dados, expurgar o necessário e agregar valor fica concentrada nas minhas atividades.

Além disso, procuro levar meus alunos, no curso de graduação, a publicar artigos e a trabalhar com elementos científicos.

Com efeito, além das tarefas acima descritas, tento – ao máximo – produzir material científico nas áreas em que trabalho.

Já que estamos neste assunto, um resumo das minhas produções pode ser visto “Produções científicas – Trabalhos publicados“, assim como em algumas publicações específicas da página.

Embora não esteja limitado à esses tópicos, isso resume, razoavelmente, o que eu faço. Informações mais detalhadas podem ser obtidas abaixo: